domingo, 27 de julho de 2014

Capítulo 36

Dedicado a mozinha   
Cinco dias se passaram depois que eu fui sequestrada, na segunda não fui pra faculdade por medo, não tinha me recuperado e meu psicológico estava totalmente abatido, só queria ficar do lado do meu filho e saber que ele estaria seguro. Meu pai reforçou a segurança no condomínio, o que me deixou um pouco melhor, mesmo não gostando desses homens atrás de mim sei que é preciso depois de tudo o que aconteceu, as ameças pararam por agora, mas algo me diz que elas vão voltar, e mais frequente, intuição de mulher sabe ? Pra onde eu vou o Taylor vai atrás, não sai do meu pé pra nada, até pra ir na faculdade ele me acompanha e fica esperando dentro do carro; com a Rosa é a mesma coisa, ela saí e alguém vai junto, principalmente quado está com o Mateus. O Júnior discutiu com o pai sobre o contrato, mas ele não voltou atrás e o namoro já foi anunciado que chegou ao fim, a Marquezine ficou correndo atrás dele que nem uma louca, liga de cinco em cinco minutos, manda mensagem toda hora, tento ignorar mas não consigo, quando ele está aqui em casa tento ao máximo esquecer ela, mas ela não deixa, sempre nos interrompe; e não basta interromper apenas a nossa conversa, o nosso momento, ela tem que interromper quando estamos quase , isso já aconteceu duas vezes, o Júnior atendeu, discutiu com ela e depois quis voltar pra onde estávamos, mas eu não conseguia, não com essa menina importunando, ou seja, já deixei ele na vontade duas vezes e o mesmo ficou todo bravinho. Hoje, sexta-feira-23/05- acordei com o som estridente do despertador, desliguei-o e me espreguicei, levantei cambaleando e fui direto pro banheiro, tomei um banho morno, saí, me sequei e enrolei a toalha no corpo, vesti a calcinha e o sutiã, passei meu hidratante e fui escolher uma roupa, peguei uma blusinha branca, um short de lavagem escura e uma blusa xadrez, me vesti, calcei meu chinelo, peguei minhas coisas e fui pra cozinha, primeira vez na vida que vou pra faculdade de cara limpa, sem nenhuma maquiagem, a preguiça ta muito grande pra ficar me empetecando; entrei na cozinha e a Rosinha e o Taylor estavam conversando.

Laís: bom dia.
Rosa: bom dia meu amor
Taylor: bom dia, senhorita.
Laís: Taylor já disse que pode me chamar de Laís, Lá, qualquer apelido- ri, ele sorriu e assentiu- Você pode me levar pra faculdade hoje ? Combinei de almoçar com o Júnior e ele vai me buscar.
Taylor: claro, Lá.- sorri e fiz joinha pra ele, fiquei conversando com os mesmos em quanto tomava meu café, terminei, coloquei tudo na pia e fui escovar os dentes, passei no quarto do meu pequeno e dei um beijinho nele; chamei o Taylor, nos despedimos da Rosa e saímos.- Quer que eu vá com a senhora para o restaurante também ?
Laís: VOCÊ!- ele riu- acho que não vai precisar, é um lugar movimentado, acho que não vão tentar nada.- ele riu, fomos conversando o caminho todo, ele estacionou no lugar de sempre, me despedi e saí, entrei na faculdade, fui pra minha sala, me sentei e fiquei conversando com o pessoal, não gosto muito do povo daqui, sei lá, eles são estranhos, chatos e metidos, os únicos que me identifico é a Babi e os meninos, mas também não ligo pra isso. O professor entrou na sala e disse que teríamos aula pratica a manha inteira, e eu particularmente adorei, odeio essas aulas teóricas, e agradeço a Deus por estar terminando esse curso no final do ano, e não vejo a hora disse chegar logo, quero me formar e começar a trabalhar logo; fomos pra salinha onde havia vários tipos de alimento, fiz o grupo com a Babi e os meninos- Gabriel, João Pedro, Lucas e Vinicius- nos separamos em um cantinho e decidimos o que cada um ia fazer, eu e a Babi ficaríamos encarregadas de montar o prato, o João, o Pedro e o Vinicius de fazer e o Gabriel e o Lucas de limpar, achei que eles iam reclamar por limpar, mas não, aceitaram de boa; mais homens assim nesse mundo, por favor. Começamos nosso trabalho, observamos os meninos preparar a massa do Panetone e depois Sonho, ajudamos os meninos em algumas coisas e depois eu e a Babi despejamos a maça na forma, colocamos no forno já pré aquecido e os meninos começaram a limpar tudo, aguardamos cerca de 45 minutos para o panetone assar, tirei do forno e coloquei em cima da pia, esperamos esfriar um pouco para desinformar ou ele quebraria tudo, a Babi desinformou o panetone e colocamos aquela forminha que vem junto com ele, o professor passou para observar, cortamos um pedaço pra ele e o mesmo adorou, cortamos pedaços pra nós e comemos, e realmente ficou uma delicia, eu que não gosto de panetone de frutas gostei, então realmente é porque esta bom, parabenizamos os meninos, esperamos um pouquinho e o professor liberou a gente pra fazer o sonho, o Lucas separou as coisas e eu e a Babi começamos a fazer a massa, colocamos os ingredientes na panela e misturamos, fizemos tudo o que tinha que fazer, fizemos as bolinhas e esperamos o óleo esquentar, colocamos as bolinhas na panela e o Gabriel ficou mexendo, depois de pronto, colocamos em um prato com papel toalha pra sugar o óleo pois se não ficaria muito gorduroso, o professor comeu e mais uma vez nos elogiou, e depois os meninos partiram pro ataque, não comi porque não gosto; depois de avaliar o que fizemos, ele nos liberou pra ir embora, olhei no relógio e ainda eram 11:30, fui pra sala, peguei minhas coisas e fui pra biblioteca da faculdade, peguei alguns livros e coloquei na bolsa, peguei um e comecei a ler ali mesmo (...) As horas passaram voando, olhei no relógio e marcavam 12:45, peguei minhas coisas e saí, fui pra portaria e como eu imaginava estava um tumulto, e eu nem sei porque   me encostei no portão, mandei mensagem pro Taylor falando que ele podia ir embora e vi seu carro arrancando, o tumulto foi abaixando e pude ver se rosto, ele me procurou com os olhos e quando me achou sorriu, retribui e voltei a mexer no celular. O pessoal foi embora e ele veio até mim, tentou me dar um selinho mas eu virei o rosto.

Laís: aqui não né, flore.- ele riu- ta de carro ?
Neymar: não, achei que ia vir com o seu e pedi pro Big me deixar aqui.
Laís: mas não vim com o meu- ele riu- é lerdo mesmo.
Neymar: pegamos um taxi, flore- me imitou e eu ri, saímos lado a lado mas uma voz feminina chamou pelo seu nome.-
xxx: Jú ?- ele se virou e sorriu ao ver quem era-
Neymar: Fe, quanto tempo- foi até ela e abraçou-a, e pelo que percebi foi bem apertado, e quando desfizeram o abraço ficaram se encarando por um tempo-
Fernanda: pois é, você sumiu, ficou famosinho.- ela riu-
Neymar: to sempre aqui no Guaru, po.
Fernanda: qualquer dia vamos marcar algo, e a Rafa ? a tia ? morro de saudades dela.
Neymar: estão bem, Rafaela ta me dando trabalho pra caramba- ele riu e ela o acompanhou; porque eu to ouvindo essa conversa ? é muita coisa pra mim, mas vamos esperar né, afinal não temos nada juntos.- só aparecer lá em casa, elas vão amar, minha mãe vive falando de você.
Fernanda: essa mulher é sensacional- riu- agora fica um pouco mais difícil, to com a Luna e um filho pra cuidar.
Neymar: a Rafa comentou que você teve um filho, um menino né ?!- observei e ela assentiu sorrindo- Parabéns!
Fernanda: e o Davi ? Como ta ? Vejo fotos dele na internet e ele ta lindo, a cara da mãe dele.- falou com desprezo a palavra mãe, e me subiu um ódio, ela fica de papinho pra cima dele e ainda fala com desprezo da Carol, ah não, é demais-
Neymar: po, ele ta parecido comigo também.
Fernanda: bem pouco né ?!- riu- bom, deixa eu ir que tenho que cuidar dos meus pequenos.
Neymar: não quer almoçar comigo ? vou almoçar com uma amiga.
Fernanda: não, tenho que ir pra casa mesmo. Deixa pra próxima, da um beijo na Rafa e na tia- ele assentiu, eles se abraçaram, ele deu um beijo na bochecha dela e ela retribuiu, ai que casal lindo, me emocionei. Vi que um táxi estava vindo e chamei o mesmo.-
Neymar: ta de carro, Fe ?
Fernanda: não.
Neymar: pega esse táxi ai, a gente pega outro- nossa, palmas para o Neymar Júnior, ele conseguiu me irritar pelo resto do meu fim de semana, ela deu um sorrisinho pra mim e eu retribui, entrou no carro e o taxista deu partida, ele virou pra mim e sorriu, revirei os olhos e saí andando em direção a minha casa.- ou, onde ce vai ?
Laís: pergunta pra Fe quem sabe ela te responda.- continuei andando mas ele me puxou pelo braço- me larga.
Neymar: para com isso Laís, ta parecendo a Bruna.
Laís: ah não, é o fim, me deixa de escanteio pra conversar com a menina que eu imagino ser sua ex e ainda me compara com aquela louca, meu Deus, é o cúmulo.- puxei meu braço e voltei a andar, ouvi ele suspirando e vindo atrás de mim- nem adianta vir atrás de mim, liga pro Big e manda ele vir te buscar
Neymar: e o almoço ?
Laís: não tem almoço, vai la almoçar com a Fe.
Neymar: para com isso caralho- gritou e o pessoal que estava passando na rua ficou olhando- Desculpa- se virou e colocou a mão na cabeça, algumas pessoas pediram fotos pra ele e o mesmo atendeu com calma, voltei a andar e quando vi estava perto da praia, fui atravessar a rua e quase fui atropelada, me assustei com a freada brusca do motorista e fiquei imóvel, ouvi passos largos vindo até mim, mas não conseguia me mexer- você ta bem ?- não respondi, ele me puxou e me tirou da rua, sentamos em um banquinho e tentei controlar minha respiração que estava ofegante- ta vendo no que da ser teimosa.
Laís: me erra vai- fiquei respirando um pouco e quando me recompus me levantei, mas ele me puxou-
Neymar: para com isso vai, já fiz até a reserva no restaurante, vamos almoçar vai- ele fez um carinho no meu rosto e acabei aceitando, chamou um táxi e ficamos esperando, o táxi chegou, entramos, ele deu o endereço do restaurante e fomos o caminho todo em silencio, o taxista parou, o Júnior pagou e ainda tirou foto com o moço, descemos, o garçom nos levou até a mesa reservada e nos sentamos, fizemos nossos pedidos e ele ficou me olhando- desculpa por ter gritado, fiquei nervoso- não respondi- Laís, se você não colaborar fica difícil.
Laís: colaborar com o que Júnior ?
Neymar: mano, a Fernanda é minha amiga, já namoramos, mas faz muito tempo...- interrompi ele-
Laís: por que ela falou da Carol daquele jeito ?
Neymar: porque.. porque... porque..
Laís: por que Neymar ?
Neymar: porque eu trai ela com a Carol.
Laís: traiu uma ova, quando você ficou com a Carol vocês estavam separados, se ela não aguentou segurar o homem que não desconte na minha amiga.
Neymar: como você sabe ?
Laís: sou amiga da Carol a anos.
Neymar: que seja, a Fernanda se sentiu traída.
Laís: não justifica ela falar da Carol com superioridade.
Neymar: vai querer brigar por isso ?- não respondi e ele revirou os olhos, nossos pedidos chegaram, almoçamos em silencio, terminei de beber meu suco e me levantei, fui até o caixa e paguei a conta porque sabia que ele não iria deixar eu pagar, voltei pra mesa e ele ficou me olhando-
Laís: que foi ?
Neymar: posso olhar não ?
Laís: não
Neymar: agora que eu olho mesmo- ficou me encarando, e eu entrei na brincadeira, encarei de volta e ficamos assim por um bom tempo, segurando o riso, não aguentei e ri-
Laís: palhaço- ele riu- termina logo ai, quero ir embora.
Neymar: ta com pressa flore ?
Laís: to- ele riu, terminou de comer, levantamos e saímos, ele passou o braço pelo meu pescoço e fomos pra casa andando, ele parou algumas vezes pra tirar foto e dar autógrafo- quero sorvete- olhei pra sorveteria do outro lado da rua e ele riu-
Neymar: vamos la- entrelaçou nossas mãos e atravessamos a rua, entramos na sorveteria, ficamos um tempinho escolhendo o sabor, pedi chocolate e flocos que são meus preferidos, e o Júnior pediu de brigadeiro e morango, a moça nos entregou e nos sentamos- ta gostoso ai ?- riu, passou o dedo no meu sorvete e depois passou pela minha boca-
Laís: ai seu nojento- ele riu-
Neymar: deixa eu limpar, amorzinho- se aproximou de mim, tentei resistir porque estávamos em publico, mas foi impossível, ele passou a língua pela minha boca pra logo depois me dar um beijo geladinho, ri e voltei a tomar meu sorvete, terminamos e quando íamos saindo a moça da sorveteria chamou o Júnior, tiraram fotos e ele voltou pra perto de mim-
xxx: vocês são lindos juntos, parecem bem felizes, toma conta dela Neymar, não deixa ela sofrer- sorri e ele ficou constrangido, acenou com a cabeça e saímos, ele pegou minha bolsa e foi com ela até chegar em casa, entramos no apê e a Rosinha estava na sala com o Mateus-
Rosa: vocês demoraram, já estava ficando preocupada.
Laís: Júnior encontrou uma amiga e ficou conversando- bufei e ele riu, fui guardar minhas coisas e voltei pra sala-
Neymar: Rosa, como você deixa ela sair com umas roupa dessas ?- me olhou indignado e eu ri-
Rosa: ah meu filho, essa dai não liga pro que a gente fala não.
Laís: claro que ligo, só que estava calor hoje.
Neymar: colocasse uma bermuda.
Laís: não gosto
Neymar: aprende a gostar- gargalhei e ele acabou rindo também, ficamos brincando com o Mateus e conversando com a Rosa, o Júnior fez um book meu e do Mateus em seu celular, cada A que eu dava ele tirava uma foto, um palhaço, deixei meu pequeno com a Rosinha pois queria descansar um pouquinho, fui pro quarto e o intruso veio atrás, peguei um short mais confortável e me troquei, olhei pra ele e seus olhos estavam presos em mim- ta gostosinha né ?!- se levantou e veio na minha direção-
Laís: também acho- passei a mão pelo meu corpo e o mesmo riu, ele me abraçou por trás e ficamos nos olhando pelo espelho-
Neymar: to começando a achar que o que aquela mulher disse é verdade- riu- somos lindos juntos!
Laís: eu sou e você feio
Neymar: é ao contrário, baby- ele riu e começou a distribuir beijos pelo meu pescoço, coloquei minha cabeça em seu ombro e o acesso ficou mais fácil, uma de suas mãos desceram e entraram pelo meu short, senti um de seus dedos me acariciando e gemi, percebi que ele sorriu no meu pescoço e senti um dedo dentro de mim, ele me virou pra ele e puxou minhas pernas até sua cintura, enrosquei as mesmas em sua cintura e ele foi caminhando até a cama, me deitou calmamente e continuou com seus beijos no meu ponto fraco, puxei seu rosto e beijei-o, ele tentou desabotoar meu short mas não deixei, se fosse pra rolar alguma coisa seria em outro lugar- o que foi ?
Laís: aqui não, a Rosa e o Mateus estão lá fora.
Neymar: vamos pro acapulco então- assenti, ele se levantou e foi pro banheiro, ri e me levantei, fiz uma malinha com um pouco de roupa pois queria entrar na piscina e depois iria chama-lo para jantar, meu dia de fazer surpresas, peguei mais algumas coisas e fiquei esperando a dondoca, ele saiu do banheiro e saímos do quarto, avisei a Rosa que estávamos saindo e que só volta vamos a noite, aproveitei para amamentar meu pequeno que estava faminto, deixei todas as recomendações que sei que ela não precisa, mas preciso dar aquele papo de mãe   terminei de amamenta-lo e ele dormiu, coloquei-o no berço e voltei pra sala, nos despedimos da Rosinha e descemos, Júnior no seu fogo de sempre, coloquei minhas coisas no banco de trás e entrei no banco do passageiro, ele deu partida e saiu do condomínio, fez um caminho desconhecido, que não era pro Acapulco, parou em uma rua sem saída e completamente vazia, e me olhou logo em seguida- Não vou aguentar chegar até o Acapulco- gargalhei e em questão de segundos seus lábios estavam no meu, quando dei por mim já estava em seu colo e suas mãos por baixo da minha blusa, arranhei seu pescoço e o mesmo se arrepiou, suas mãos desceram para o meu short, mais precisamente no botão do meu short, levantei com uma certa dificuldade e consegui tirar meu short, fiz o mesmo com a bermuda e a cueca dele, sentei lentamente em seu pênis e ele gemeu, ele colocou as mãos no meu quadril e começou a comandar os movimentos em um ritmo bem rápido, eu subia e descia sobre aquilo que voltou a ser meu depois de tanto trabalho, se é que podemos falar assim, senti que ia chegar ao extremo e gozei, logo em seguida ele gozou gritando meu nome, deitei minha cabeça em seu peito e controlei minha respiração, ou pelo menos tentei- ainda não estou satisfeito
Laís: a pode crer que eu também não- beijei-o e comecei a rebolar sobre seu membro, cavalguei e só paramos quando gozamos novamente, saí de cima dele ainda sem minhas roupas e passei pro outro banco, peguei minha calcinha e meu short, e antes de voltar para o meu lugar deixei um beijinho no seu amigo que estava bem acordado, ele suspirou e eu ri-
Neymar: não precisa nem se vestir, vamos continuar o serviço lá em casa- gargalhei, mas mesmo assim me vesti, ele deu partida e aí sim fomos pro acapulco, chegamos, ele estacionou o carro e descemos, entramos em casa e ele já começou com a agarração, não deu nem tempo de falar nada pois sua boca já estava colada na minha, ele me deitou no sofá e já foi tirando minha roupa, tirou a dele e voltou a me beijar, quando eu menos esperava ele me preencheu de uma vez, afundei a cabeça no sofá e me contorci, ele se movimentava enquanto dava beijos pelo meu pescoço, puxei-o pra cima e o beijei, ele desceu seus beijos novamente e parou no meu umbigo, olhou pra mim e sorriu, voltou a me beijar e chegou , deu um beijo por cima para logo depois me atacar com a sua língua experiente, me chupou por inteira e só parou quando eu estava próxima de gozar, maldade! Voltou a me penetrar, mas dessa vez com mais força e bastou uma estocada para eu me despedaçar em mil pedaços; ele saiu de dentro de mim e se sentou, ficou me encarando e a unica coisa que eu consegui fazer foi sorrir, estava sem força alguma- estreamos o sofá daqui.- gargalhou e eu corei- vai se trocar e vamos pra piscina- ele pegou nossas roupas e subiu, ainda fiquei um tempo ali me recuperando e subi, entrei no quarto e ele já estava de sunga, peguei meu biquíni e me sentei na cama- se você ficar sentada ai vamos acabar fazendo outra coisa e não vamos pra piscina- gargalhei e me joguei na cama-
Laís: me possua, mozão.
Neymar: uma rapidinha ?- riu-
Laís: posso me contentar com isso- ele riu- mentira, já não basta a rapidinha no carro e no sofá, ta satisfeito não ?
Neymar: ainda não, quero mais- veio até mim e se deitou, praticamente se jogou-
Laís: vou me trocar- ri e me levantei, peguei meu biquíni e fui pro banheiro, vesti meu biquíni e prendi meu cabelo com um coque, voltei pro quarto e ele estava sentado na cama mexendo no celular- vamos ?- me olhou e assentiu, levantou e deixou o celular na cama, peguei meu bronzeador e descemos, fomos pra área da piscina e eu fui pra perto das cadeiras- Jú ?- ele me olhou- passa ?
Neymar: com prazer- ri, ele veio até mim e pegou o bronzeador, colocou um pouco na mão e espalhou pelos meus ombros, desceu para os braços, colocou mais um pouco na mão, passou no meu colo, seios e barriga, me virei e ele passou nas costas; aproveitou que já estava de costas e passou no meu bumbum e nas minhas pernas, fez a mesma coisa na parte da frente e me entregou o frasco- pronto amor
Laís: brigada- sorri, ele me deu um selinho e foi pra piscina, me deitei na espreguiçadeira, coloquei meu chapéu no rosto e fiquei tomando meu solzinho, depois de uns 30 minutos me virei e ouvi ele assobiando, ri e continuei quietinha, tirei meu biquíni do lugar e vi que já estava bem marcadinha, me levantei e ele saiu da piscina- passou protetor ? ta com o rostinho vermelho- ele fez não com a cabeça e eu peguei o meu, passei um pouco na minha mão e deixei um pinguinho na testa, no nariz, nas bochechas e no queixo, espalhei por todo seu rosto e ele sorriu, me obrigou a passar no seu corpo e eu nem hesitei, pelo contrario, adorei, entramos na piscina e antes de molhar o cabelo pedi pra ele tirar uma foto-
Neymar: vai postar isso não
Laís: por que ?
Neymar: peitos- apontou pro meu seio e eu ri, entrei na piscina e dei um mergulho, voltei a superfície e fui até ele que estava na borda, abracei-o e enrosquei minhas pernas em sua cintura- o que vamos fazer hoje a noite ?
Laís: sair pra jantar.
Neymar: aé ? tava sabendo não
Laís: ta sabendo agora- ri, olhei pro mesmo e ele sorriu, rocei meu nariz com o seu e logo em seguida beijei-o, um beijo cheio de carinho, amor, paixão, tesão, um pouco de tudo; encerrei o beijo com um selinho e olhei pra ele- quero mais!
Neymar: eu também.
Laís: porém eu vou estar no comando.
Neymar: to começando a gostar da ideia- ri e calei-o com outro beijo, saímos da piscina ainda se beijando, subimos pro quarto com cuidado pra não escorregar, ele me deitou na cama e foi me secando com seus beijos, fiquei levemente arrepiada e ele percebeu, me tocou ali e eu gemi, já estava quase esquecendo do que eu disse la embaixo quando ele começou a tirar minha calcinha, empurrei ele e fiz não com o dedo, ele riu e subiu, me beijou e facilitou as coisas pra mim, pois consegui deixar ele por baixo muito rápido, lhe dei um beijo rápido e saí de cima dele, fui pro banheiro e peguei a faixa do meu roupão, voltei pro quarto e prendi suas mãos o que fez ele rir muito, fiquei de pé e tirei a parte de cima do meu biquíni lentamente- maldade isso aí em- não liguei e continuei meu serviço, tirei meu biquíni e joguei em cima dele que riu, coloquei minhas mãos na parte debaixo e tirei no mesmo ritmo que o de antes, joguei em cima dele e o mesmo riu novamente, subi em cima dele e sentei em seu membro, ele gemeu e eu me senti vitoriosa por saber que causo isso nele, acariciei-o por cima da sunga branca que estava marcando bem sua ereção, tirei sua cueca devagar e joguei-a longe, segurei seu pênis pela base, e comecei um movimento de vai e vem bem lento, conforme seus gemidos iam intensificando eu aumentava o ritmo, quando cansei apenas de acaricia-lo, passei a língua por toda extremidade e coloquei na boca. Comecei com um vai e vem lento e ele entrelaçou os dedos no meu cabelo, comandando a velocidade dos movimentos, logo senti seu pênis enrijecer e senti que ele iria gozar, no minuto seguinte minha boca se encheu de seu gozo; não satisfeita voltei com os movimentos da mão, apertei seu pênis e ele gemeu alto, voltei abocanha-lo e pela segunda vez ele gozou, somente com oral- chega Laís, por favor- implorou, mas eu não me vi satisfeita da minha tortura, subi até sua boca e beijei-o, depois distribui beijos por todo seu pescoço, mordisquei seu lóbulo e deixei algumas marquinhas em seu pescoço, beijei seu abdômen e não ia mais judiar dele, não por agora- deixa eu entrar dentro de você logo, porra
Laís: calma, mozão- ri e ele jogou a cabeça pra trás, peguei uma camisinha no criado mudo, rasguei o envelope e vesti o mesmo, me sentei e logo o membro dele estava dentro de mim, comecei cavalgando; subia...descia...rebolava...quicava e intercalava o ritmo, pois eu já estava exausta, senti seu membro enrijecer e continuei me movimentando, ele gemeu e creio eu que tenha gozado, saí de cima dele e soltei-o, ele não perdeu tempo, tirou a camisinha, jogou em algum canto e me colocou por baixo-
Neymar: se prepara, porque agora tu vai sofrer- ri e ele sorriu malicioso; começou distribuindo beijos pelo meu pescoço, desceu os beijos até meu colo,  e minhas mãos foram parar no cabelo dele, puxando-os, enquanto ele distribuía beijos em meu colo, ele mordeu e lambeu um de meus mamilos enquanto a outra mão apertava de leve meu seio, eu gemi baixinho ao sentir o toque da língua dele em meu mamilo e arranhei um pouco suas costas, ele continuou se deliciando nos meus seios, ele chupava com vontade o que me causava um pouco de dor, mas a dor estava em desvantagem perto do meu prazer. Ele trilhou seus beijos dos meu seios até a minha intimidade, me deixando completamente arrepiada, passou a língua pela minha amiga e eu gemi, sem que eu estivesse a espera ele enfiou um dedo dentro de mim, depois outro e mais outro, fez movimentos circulares e eu gozei apenas com seus dedos, penetrou novamente um só e depois mais dois, me fez ir a loucura com aqueles seus dedos habilidosos; não satisfeito, distribuiu beijos pela parte interna da minha coxa até chegar ao ponto que queria, depositou um beijo no meu clitóris e com o dedo fez movimentos circulares, me penetrou com a língua e pra mim foi um limite, explodi em um orgasmo, onde não vi mais nada, gritei seu nome de uma forma engraçada e só consegui ouvir sua risada, ele me limpou todinha com sua língua e não parou seu serviço, eu ainda estava me recuperando do que havia acontecido, mas ele não parava e se não parasse iria chegar ao clímax sem te-lo dentro de mim, e eu não queria isso, mas a sensação estava boa demais para ser interrompida, ele abocanhou mais uma vez minha vagina e fez o que bem quis, depois de satisfeito, voltou trilhando seus beijos até o meu pescoço e me beijou, pegou outra camisinha e se vestiu, me beijou e deu a primeira estocada, gemi entre o beijo e ele aumentou o ritmo, o que chegou a machucar- geme meu nome- falei seu nome em um sussurro e ele sorriu, me beijou novamente e voltou a aumentar o ritmo, quando cansamos do famoso mamãe e papai, ele me colocou deitada de lado, subiu uma das minhas pernas e se enfiou no meio e logo senti-o dentro de mim, senti-o por inteiro dentro de mim e foi uma sensação maravilhosa, ele tirava e colocava, tirava e colocava, ficamos nessa até gozarmos juntos, ele trocou a camisinha e se deitou, me fez sentar de costa pra ele, sentei em seu membro, quiquei em seu membro, ele mandou eu me esfregar na sua coxa e assim fiz, senti o prazer que isso me deu, pois atingiu meu clitóris, cheguei ao clímax mais uma vez e resolvemos trocar de posição, ele me colocou de quatro e começou dando estocadas devagar, com o tempo foi aumentando o ritmo, agarrou meu cabelo e meteu forte, gemi e ele continuou, ele estava sendo um pouco bruto demais hoje, talvez seja pelo desejo não controlado, pois das duas ultimas vezes estávamos quase lá quando fomos interrompidos, gozamos e gememos em uni sono- posso tentar fazer uma coisa ?- assenti, estava cansada demais pra inovar, mas o objetivo é satisfazer, ele me colocou deitada de lado e se deitou de lado, só que pro lado da minha vagina, deixou seu pênis na direção do meu rosto e quando eu menos esperava ele começou a me chupar, gemi e levei minha vagina de encontro a sua boca, agarrei seu pênis com a mão e coloquei-o na boca, ficamos trocando caricias até eu gozar e ele chegar ao orgasmo gritando- Caralhoo- não parei de masturba-lo, queria que ele sentisse na pelo o que eu senti e o quanto era gratificante, enquanto ele se contorcia, sentei em cima do seu membro e comecei cavalgando, ele colocou as mãos no meu quadril e comandou a velocidade dos movimentos, ele se levantou, encaixei minhas pernas em sua cintura e ele as deles na minha, nos beijamos apaixonadamente em forma de encerrar a nossa tarde, deitei por cima dele com ele ainda dentro de mim e ficamos tentando controlar a respiração- 
Laís: vamos tomar banho ?
Neymar: tomar banho ou um  quarto round ?- gargalhei-
Laís: quarto round ? já deve ta no décimo- rimos- mas prefiro a segunda opção.
Neymar: eu também.- voltamos a nos movimentar por um tempinho, saí de cima dele, ele tirou a camisinha que havia estourado, pegou as que estavam espalhada pela cama e pelo chão e jogou-as no lixo, entramos no banheiro, liguei o chuveiro e entramos, e assim demos inicio ao quarto round, ele me encurralou na parede, levantou uma das minhas pernas e estava dentro de mim, saía e entrava, saía e entrava. Depois da nossa rapidinha, tomamos nosso banho com algumas caricias, ele saiu primeiro pois eu fiquei pra lavar o cabelo, terminei, me enrolei na toalha e já sequei o cabelo ali mesmo, saí do banheiro e fui pro closet onde ele estava- vamos no Bistro Saint Malo ok ?- assenti, fui até minha malinha, peguei minhas peças intimas e me vesti, peguei meu look black and white, me vesti, peguei minha bolsinha de maquiagem e voltei pro banheiro, o Júnior já estava de calça, mas ainda não tinha decidido a camisa, coloquei minhas coisas em cima da pia e antes de me maquiar, escovei os dentes, fiz uma make simples- pó, base, blush, rimel- penteei meu cabelo e voltei, ele ainda estava no mesmo dilema, ri, calcei minha sapatilha, arrumei minha malinha com as minhas roupas e deixei em cima da cama, me sentei e fiquei mexendo no celular, ele apareceu no quarto só de cueca e eu revirei os olhos-
Neymar: amor, vou com essa calça e essa blusa, ou com essa daqui ?- me mostrou os dois looks e eu fiquei avaliando, optei pelo primeiro e ele agradeceu, entrou no closet e ficou lá mais uns 20 minutos, saiu de lá e estava lindo, como já era de se imaginar; peguei minha mala, ele pegou o celular, a carteira e a chave do carro, descemos e saímos, entramos no carro, ele deu partida e fomos pra praia de Enseada, onde ficava o restaurante, ele deixou o carro no estacionamento, saímos do carro mas não demos as mãos, o garçom nos levou em uma mesa mais reservada como o Júnior pediu, entregou os cardápios, escolhi um Filet Au Poivre, e para beber um guaraná; o Júnior pediu Filé Folhado e coca, ficamos conversando enquanto não chegava, ele ficou fazendo algumas gracinhas com umas mulheres que ficavam olhando pra ele, só pra me provocar ciumes e sabia que estava conseguindo, e as tontas ainda davam moral, nossos pedidos chegaram e devoramos, estava varada de fome, também não é pra menos depois da tarde de hoje; terminamos juntos, o garçom recolheu nossos pratos e voltou logo em seguida- quer sobremesa ?- assenti, o garçom me deu o cardápio e dei uma olhada-
Laís: Profiteroles- o moço anotou, entreguei o cardápio de volta e olhei pro Júnior- que foi ?
Neymar: esse negócio é bom ? porque se não for soco guela abaixo em você.
Laís: quanta agressividade- ri- é uma maça açucarada, recheada com sorvete e alguns cremes e aí por fora eles colocam cauda de chocolate, é uma delicia, relaxa. Não ia pedir coisa ruim, baby- ele riu, ficamos conversando, as menininhas que o Júnior até então estava dando moral vieram pedir pra tirar foto e eu virei a fotógrafa, tirei e elas ainda deixaram um bilhetinho na mesa, do lado dele, peguei antes dele e vi que era o número do celular das três- ta ai, quando quiser transar liga pra elas.
Neymar: sem crise por favor, nossa tarde foi maravilhosa, você sabe que eu tava brincando- bufei e ele riu, nossa sobremesa chegou, ele sentou do meu lado pois íamos dividir, como ele é da favela pegou os bolinhos com a mão, bati no braço dele e mandei ele pegar com o garfo-
Laís: você saí da favela, mas a favela não saí de você- ele riu, terminamos de comer, levantamos e fomos pro caixa, ele tirou o cartão da carteira e eu puxei da mão dele- eu convidei, eu pago
Neymar: não!
Laís: sim!
Neymar: para de graça vai, deixa eu pagar.
Laís: não- peguei meu cartão e dei pra moça, ele bufou e se encostou no balcão, coloquei a senha, ela me devolveu o cartão e saímos, dei o cartão pra ele colocar no bolso junto com meu celular e assim ele fez, ao contrario de quando entramos, entrelaçamos nossas mãos ao sairmos, o que gerou olhares indiscretos para nós, fomos pro estacionamento, ele entregou o papelzinho pro moço, pagou o estacionamento e logo nosso carro estava la fora, entrei e ele também, o mesmo deu partida e saímos de la-
Neymar: vamos pra balada ?
Laís: por mim.
Neymar: vamos ou não ?
Laís: vamos.
Neymar: café ok ?- assenti, ele fez o caminho do café, parou umas três ruas pra cima, entramos por trás e subimos pro camarote, fomos pro bar e pegamos um energético, ficamos em um cantinho reservado e curtindo juntinhos, quando o DJ começou a tocar umas musicas boas me soltei dele e fui pra pista, dancei sozinha, mas logo ele estava colado em mim, dançamos juntinhos, um povinho pediu pra tirar foto com ele e o mesmo atendeu a todos calmamente, como em toda balada tinha as famosas marias chuteiras que ficaram se esfregando nele, mas nem liguei, ele estava comigo e não com elas. Fomos embora perto das duas da manhã, pois tinha que acordar cedo e amamentar meu baby; ele deu partida e voltamos pra casa, ele estacionou na minha vaga, peguei minhas coisas no banco de trás e subimos, entramos em silencio e fomos pro quarto do Mateus, ele dormia feito um anjo, fiquei com dó de acorda-lo, mas ele precisava mamar, peguei o mesmo e fui pro meu quarto, dei ele pro Júnior e fui trocar de roupa, coloquei somente o short do pijama e me sentei na cama, abaixei meu sutiã e coloquei meu seio em sua boquinha, mesmo dormindo ele começou a sugar o leite e mamou durante um tempinho, coloquei ele pra arrotar e depois deixei-o na cama, vesti minha blusinha e fui pro banheiro, tirei a maquiagem e escovei os dentes, me deitei e fiquei esperando o Júnior- ele vai dormir aqui ?- assenti e ele sorriu, se deitou conosco e ficamos observando nosso pequeno que a cada dia que passa está mais lindo, mais esperto, mais gordinho e mais a cara do pai, adormeci com a imagem dos homens da minha vida em mente, e sonhei com eles (...) Acordei com o meu despertador tocando pelo quarto todo, me levantei e desliguei pra não acordar o Júnior, enrolei um pouco na cama e me levantei, fui pro banheiro, tomei um banho pra acordar, me enrolei na toalha e fui pro quarto, peguei minhas peças intimas e me vesti, peguei uma calça legging e uma batinha com tecido transparente e me vesti, calcei minha sapatilha, tirei o carregador da tomada e peguei meu celular- onde você vai ?
Laís: ai que susto- ri- tenho sessão de fotos.
Neymar: vai demorar ?
Laís: acho que antes do almoço to aqui
Neymar: vou pro Mateus pra casa ta ?! passa la depois- assenti, fui até ele e lhe dei vários selinhos, dei um beijo no Mateus e saí do quarto... 

Olá pimpolhaaaas! Que saudade, desculpa a demora, mas estava sem tempo, estou doente e meu avô está internado, então vira e mexe estou no hospital fazendo exames e visitando o meu anjinho, fiquei sem tempo mesmo, mas acho que recompensei a altura né ?!  HAhahahha espero que vocês gostem e continuem dando a opinião de vocês, amo ler os comentários gigantescos que vocês deixam, me sinto feliz, e quando vocês me dão ideias fico mais feliz ainda. Obrigada por me acompanharem sempre e nunca me deixarem na mão, vocês são maravilhosas! Beijinhos

55 comentários:

  1. simplesmente maravilhoso como dr costume *-* ... muitas melhoras para vc e para seu avô tbm viu?
    mil beijinhos :*

    ResponderExcluir
  2. Hahahhaha que emoçaao. Ta MUITO perfeita essa historia. Serio ! Eu AMO demais isso aqui... <3 parte hot pra sempre hein hahahahaha... Adorei, de vdd. Agora eles podem ficar um tempinho sem brigas, bem tranquilos ne ?! CONTINUA -Maari

    ResponderExcluir
  3. tua fic é maravilhosa sou apaixonadaaa dms!! bjãooo :*

    ResponderExcluir
  4. Essa parte hot top, capitulo maravilhoso e já queremos mais ❤

    ResponderExcluir
  5. dr maravilhosa mais bota uma treta vai ainda mais que a fernanda apareceu podia rolar uma briga entre o ju e a lais ta na hora

    ResponderExcluir
  6. + please! Nooossa, estou amando. De verdade!

    ResponderExcluir
  7. Que capitulo ein, eu AMEI!! Laís com ciúmes <3, mas ela estava com razão!! Bom, continua, eu estou amando!! E melhoras pra você e para o seu avô! @neynossapaixao

    ResponderExcluir
  8. Continua amor, ta lindo *-*

    ResponderExcluir
  9. Nossa essa historia tá ótima eu leio e releio sempre,continua!

    ResponderExcluir
  10. NOSSA CARA,QUERO MAIS

    ResponderExcluir
  11. Eu ameii e tô amando eles nesse climinha bom, e por favor deixa eles sem brigas pelo menos um pouco pq toda hora briga cansa, esse rumo que tu ta dando pros dois eu to gostando pq eles pararam de ser infantis por ficar brigando por tudo e estão sendo mais adultos confiando um mo outro, continua bjus♥

    ResponderExcluir
  12. Perfeito,perfeito,perfeito *----------* melhoras pra vcs s2

    ResponderExcluir
  13. Caraca !!! Que isso... muito top ! Continua. Agora eles podem parar de brigar né... eu to amando ! Acho q podia ter mais momentos assim, só dos tres, lais, junior e matheus. Achei muito fofo ! CONTINUA

    ResponderExcluir
  14. Seu blog sem duvidas é um dos melhores na minha opniao.. Adoro, to sempre por aqui pra ver se vc posto rs

    ResponderExcluir
  15. Coontinua amor ta perfeito !!!!!

    ResponderExcluir
  16. Continuaa muito bom eu tenho uma dica flore não sei se você vai gostar...VC poderia fazer q ela foi chamada para desfila na victoria secrets que é uma marca de lingerie famosa mundialmente e o junior no inicio não aceitava mas com o tempo aceitou pois sabia que era o trabalho de sua amada o desfile chegar e na plateia estava a mãe da Laís, o junior,a tia,rafa,o bonde Toiss contemplando a estreia da Laís na passarela o junior fica um pouco bravo pois alguns homem estavam babando pela a Laís mais não foi isso q estragou a noite maravilhosa deles.Vocês podem mim achar louca mais não rsrsrs eu vejo na historia da Laís meu sonho de ser modelo é difícil mais como dizem o futuro a Deus pertence né vou a lutar e a a ideia de desfila na victoria secrets é um sonho de qualquer modelo ser uma Adriana Lima,Candice,Alessandra Ambrósio kkkk enfim ...Não demora para escreve o próximo capitulo 😘😘😘

    ResponderExcluir
  17. Ta demais!!! Amei!!! <3 melhoras pra você e pro seu vô!!! Bjs

    ResponderExcluir
  18. To amando esse tempo deles juntos. Eu amooooo seu blog

    ResponderExcluir
  19. - Taa perfeito continuuuua.... Leitora nova :)
    Indica ?? http://neeyamormaior.blogspot.com.br/ obrigada

    ResponderExcluir
  20. Oh ta muito bom . Continua ♥♡

    ResponderExcluir
  21. oi, nova aqui. amei o blog. cnt. beijo.

    ResponderExcluir
  22. QUE CAPITULO FOI ESSE, simplesmente perfeito ahhhh, meo parabéns tão divo, fico feliz quando vejo seu user e o link da fic mas minhas menções!!!! @robertinhaD

    ResponderExcluir
  23. continuaaa, estou adorandoo !!

    ResponderExcluir
  24. continuaaaa, adoro aqui

    ResponderExcluir
  25. Quero maixxx ... Ñ demora por favor !!! Beijoos

    ResponderExcluir
  26. noova aqui, estou amando a historia, coontinua

    ResponderExcluir
  27. Capitulo maravilhoso, ameei ..Continuaa

    ResponderExcluir
  28. Continua .... :D Por Favor

    ResponderExcluir
  29. perfeito seu blog cara, continua

    ResponderExcluir
  30. Viciante esse blog HA HA.

    ResponderExcluir
  31. Menina que capitulo foi esse?! E esses dois fogosos, kkk e que parte Hot foi essa? Sem palavras kkkkk enfim... Como sempre perfeitooo! Continua que já quero maixxx ;) bj e melhoras.

    ResponderExcluir
  32. ja pode continuar amor rs

    ResponderExcluir
  33. http://evenhaoquevirvouestarprasemprecomvoce.blogspot.com.br/2014/07/introducao.html?m=1 indica ?

    ResponderExcluir
  34. perfeito como sempre ♥

    ResponderExcluir
  35. ja pode continuar rs

    ResponderExcluir
  36. Continua, ta muito bom *---*

    ResponderExcluir
  37. Ta tudo perfeito continua...

    ResponderExcluir
  38. Meu Deus que capitulo foi esse? Hahaha amei @Njr_MeuAnjo

    ResponderExcluir
  39. Amei tudo,cada detalhe,,, eles dois juntinhos,o momento "hot" deles kkkkkk melhor "os momentos"kkkkkkk,tá perfeito amor.... amo esse teu jeito de escrever,esse jeitinho da La... amei o novo designer também... Melhoras pra tu e pro teu vovó :) @MyBoyNJR

    ResponderExcluir
  40. sensacional maaais
    melhoras pro seu avô

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, volte sempre! Beijocas